Postado por Steph Entrevista da Jamie Mcguire ao Forever Young Adult

Em entrevista ao Forever Young AdultJamie McGuire revelou alguns detalhes sobre o seu novo livro ‘Todas as Pequena Luzes’O livro é um romance doce, mas com um toque sombrio de Hitchcock. Leia abaixo:

Todas as Pequenas Luzes é um romance doce, mas com um lado sombrio e sinistro. Onde e como surgiu a inspiração deste livro?

Muitas das minhas idéias surgem enquanto ouço música ou seco meu cabelo ridiculamente grosso. Leva 40 minutos para ficar completamente seco, então eu assisto Netflix ou ouço música e penso em idéias de livros. Eu não posso dizer exatamente como a idéia se originou porque isso estragará o livro, mas eu pensei nisso enquanto secava meu cabelo e ouvia músicas dark, e então isso se desenvolveu na minha mente com o tempo. A ideia original de Todas as Pequenas Luzes veio a mim há três anos, então tive muito tempo para desenvolver todos os personagens e exatamente como executar o enredo.

Sem muito spoiler, você tem um personagem secundário favorito? Quem foi e por quê?

Sra. Mason, a orientadora educacional do colégio. Ela leva seu trabalho a sério, apesar de ter limitações legais, ela não desiste de Catherine. Ela vai além do que pode muitas vezes por Catherine e Elliott. O que eu mais gosto dela é que ela está passando por um divórcio, e encontrando a si mesma, e se sentindo melhor por isso. Eu amo sua história paralela. Ela é uma ótima orientadora, e muitas vezes em livros eles fazem um mau papel, por mais louco que pareça, eu fiquei feliz quando ela surgiu para mim e se inseriu na história.

Houve algum personagem ou cena em particular que foi mais desafiadora para escrever?

Tantas cenas foram difíceis. Realmente muitas! Para realmente “pegar” o leitor no final, como eu queria, fiz um esforço constante e concentrado. Eu tive que deixar pistas suficientes ao longo do livro para evitar que o leitor se sentisse frustrado, mas não poderia ser demais para no fim dar o efeito que eu desejava, e eu ansiava pelo “WHOA!” do leitor no fim. Só li três resenhas em que o leitor descobriu antes do final. Eu chamo isso de uma vitória. Nada mais satisfatório!

Eu ou amigos não somos um desses três leitores. Tanto quanto eu me orgulho em geralmente descobrir as coisas antes do final … Eu não vi essa reviravolta chegando!

Seus livros, incluindo o best seller internacional Belo Desastre, abriram o caminho para o gênero New Adult. Como Todas as Pequenas Luzes difere de seu trabalho anterior? Você prefere escrever New Adult ou Young Adult?

Como diz minha mãe: “Ei! Sem ofensas!” Todas as Pequenas Luzes é um Dark YA , cheio de suspense, mistério e sim, até mesmo um romance doce, mas os personagens têm muitas coisas mais importantes acontecendo do que se preocupar em perder a virgindade. Eu gosto de escrever ambos, mas Young Adult me libera para tornar o personagem um pouco mais inocente, o que é renovador.

O que você está trabalhando agora? O que podemos esperar ver de você no futuro?

Eu acabei de terminar o segundo livro da série Crash and Burn, e o primeiro, From Here To You, lança dia 21 de agosto (EUA), eu estou super animada. Todas as Pequenas Luzes foi meu primeiro lançamento em quase dois anos e, embora seja tão diferente dos meus lançamentos habituais, sua recepção foi uma agradável surpresa. No momento, estou reeditando os três primeiros livros que escrevi da trilogia Providence, para um relançamento com conteúdo bônus e novas capas absolutamente lindas, e então vou começar o terceiro livro da série Crash and Burn. Depois disso, será um ano (ou dois) de sequencias. Todos trabalhando nos títulos, mas Red Hill 2, Apolonia 2 e todos os livros dos Irmãos Maddox estão no cronograma. Alguns desses podem ser adiados por mais livros da série Crash and Burn, mas estou ansiosa para escrever as continuações de Red Hill e Bela Distração, então estes estão definitivamente no topo da minha lista!

Fonte
Comentários